Home > Informações > Reencontrar a energia nas mudanças de estação

Reencontrar a energia nas mudanças de estação

Reencontrar a energia nas mudanças de estação


As mudanças de estação  tornam-se, por vezes, um momento difícil para o nosso organismo, que tem de se adaptar às repentinas oscilações de temperatura e às variações do ciclo luz-escuridão que se repercutem no nosso ritmo de sono-vigília e na nossa "vitalidade". Tudo isto resulta no típico cansaço de mudança de estação que muitas vezes passa rápido, mas para algumas pessoas pode ser um problema. Especialmente a chegada do Outono representa a mudança de estação mais complicada e difícil para muitas pessoas: o ritmo de trabalho torna-se mais exigente depois das férias de verão, a época desportiva começa e temos que a encaixar nas diversas obrigações diárias e, para aqueles com filhos, o início da escola e as suas atividades representam um compromisso significativo a juntar às tarefas diárias. O Outono, já por si, é um período particularmente sombrio, porque além das chuvas e das temperaturas cada vez mais frias, a natureza passa dos tons alegres do verão para aqueles tristes e cinzentos do frio do inverno.


Portanto, não se surpreenda se sentir um certo cansaço com as mudanças de estação, pense apenas que é um momento passageiro. No entanto, pode ajudar o seu corpo a sentir-se saudável e a recuperar a energia ao escolher um regime alimentar saudável, em que estejam presentes nutrientes essenciais para vencer o cansaço. Tente que nunca lhe faltem à mesa frutas e verduras frescas e da época, legumes e nozes, alimentos ricos em vitaminas e minerais que contribuem para diminuir o cansaço e a fadiga, em especial o magnésio,  o potássio e a vitamina C.  


O magnésio é um mineral envolvido em muitas das reações metabólicas que regulam o metabolismo energético do nosso organismo. Além disso, contribui para a redução do cansaço e da fadiga, assegura o normal funcionamento psicológico, regula os padrões de sono e, juntamente com o potássio, representa um adjuvante fisiológico para um normal funcionamento muscular. A carência de magnésio é geralmente rara porque o magnésio está bastante presente nos alimentos de origem animal ou vegetal. Em especial os cereais, legumes e frutos secos são alimentos que se caracterizam por serem ricos em magnésio. No entanto, existem alguns grupos de pessoas mais propensos a apresentar deficiência de magnésio, sobretudo os desportistas, as mulheres, os idosos e as pessoas stressadas. Nestes casos, pode ser aconselhável tomar uma suplementação de magnésio, só ou combinado com potássio num suplemento de sais minerais. Em geral, os suplementos são aconselháveis para todas as pessoas, desde que o cansaço devido à mudança de estação persista ou mantenham um esforço físico e intelectual contínuo durante um longo período.


A vitamina C (ou L-Ácido Ascórbico) é outro nutriente útil para ajudar o nosso corpo a "vencer " o cansaço de mudança de estação. Lembre-se que cinco porções diárias de fruta e vegetais frescos ricos em vitamina C, tais como o kiwi, as frutas cítricas, o pimentão, os legumes de folhas verdes e o tomate, dão um aporte importante, especialmente pelo facto do Homem não conseguir sintetizar a vitamina C e de ser principalmente a dieta que a consegue integrar. No entanto, esteja atento à cozedura e à manipulação desses alimentos, porque pode diminuir a quantidade disponível de vitamina C, dado que esta é particularmente sensível à luz e ao calor.


A suplementação de vitamina C é recomendada para os indivíduos sujeitos a um contínuo excesso de trabalho físico e intelectual e para todos aqueles que sofrem de cansaço e fadiga, pois contribui para sua redução e para assegurar o normal funcionamento psicológico. A vitamina C pode apresentar-se nos suplementos como Vitamina C pura em pó cristalino ou como sais de Ascorbato de magnésio, potássio ou sódio. A vitamina C pura é uma fonte concentrada de ácido ascórbico, numa proporção de 1:1, nomeadamente 1 g de vitamina C pura corresponde a 1 g de ácido ascórbico. Infelizmente, tem um sabor amargo - ácido que pode ser desagradável, razão pela qual são introduzidos os sais mesmo que isso implique uma menor concentração de vitamina C. Os sais também podem resolver problemas gastrointestinais provocados pela acidez da vitamina C pura, que condiciona o seu uso por pessoas especialmente sensíveis. A vitamina C pura, em doses recomendadas, geralmente não dá problemas a indivíduos saudáveis; náuseas, vómitos e diarreia foram referidos como efeitos do consumo em excesso de vitamina C, em doses superiores a 2 g por dia.

 

Em conclusão, para repor a energia nas mudanças de estação deve seguir uma dieta saudável, equilibrada, com um foco especial em alimentos ricos em magnésio e vitamina C. Se o cansaço devido à mudança de estação não passar, terá necessidade de um aporte fácil e rápido, ou caso tenha uma vida particularmente ativa, quer física quer intelectualmente, deve avaliar a possibilidade de tomar um suplemento de magnésio e vitamina C.

Menarini PT Copyright © 2017-2020

voltar ao topo