Dieta e exercício são pilares de um estilo de vida saudável que tem benefícios para toda a vida tanto para o corpo como para a mente.

O que é um estilo de vida saudável?

Muitas coisas passam-nos na mente quando consideramos o que é um estilo de vida saudável e que benefícios se podem obter. No entanto, muitos aspetos são mencionados frequentemente, incluindo uma boa dieta, exercício físico regular, não fumar e manter um peso saudável. Portanto, um estilo de vida saudável não é um só fator, mas muitos fatores que contribuem para o bem-estar. Adotar um estilo de vida saudável desde cedo na vida tem muitos benefícios que irão ser transportados para a vida adulta e posterior vida. Pode ajudá-lo a manter não só boa saúde física, mas também boa saúde mental. Muitos tipos de estudos têm demonstrado que a maioria das doenças crónicas, como a doença cardiovascular, o cancro e a diabetes do tipo 2, são o resultado de um estilo de vida preenchido por má nutrição e inatividade física. 1 Por isso vamos focar-nos nos dois pilares de uma vida saudável: exercício e dieta

A necessidade do exercício físico

Existe agora uma esmagadora quantidade de evidencias que o exercício ao longo da vida leva a uma maior expectativa de vida e menos doenças crónicas2. Assim, começar a fazer exercício regularmente numa idade jovem pode ser melhor para o fitness ao longo da vida. A inatividade física é considerada a base para muitas condições crónicas:

  • Diabetes tipo 2
  • Doenças cardiovasculares
  • Hipertensão

A diabetes tipo 2 é uma doença altamente prevalente que é moderada pelo estilo de vida, com o exercício físico a ser o fator de estilo de vida mais fortemente preventivo.2 A inatividade física interage com outros fatores como idade, dieta, sexo e genética para aumentar fatores de risco para desenvolver uma quantidade de doenças crónicas. 2 No entanto uma quantidade adequada de exercício físico pode prevenir muitos desses fatores de risco. 2 O exercício físico tem uma quantidade de benefícios. Não só melhora a saúde cardiovascular e o resultado cardíaco, como também melhora a saúde mental. Estudos têm demonstrado que o exercício pode melhorar a cognição, a depressão, a ansiedade e mesmo prevenir doenças neuro vegetativas. 2 Um estilo de vida saudável para diminuir os fatores de risco cardiovascular como o alto colesterol, a hipertensão e a ausência de diabetes tipo 2 durante a idade jovem adulta também são associados ao baixo risco de doenças cardiovasculares na meia idade3. Existequantidade de atividades  diversas que se podem considerar. Se gostar de atividades aeróbicas, pode ir numa corrida ou passeio de bicicleta. Se gostar de atividades menos extenuantes, considere fazer uma caminhada pequena pela manhã para começar bem o dia, ou no final do dia para terminá-lo. Portanto o que está à espera? SE já não é fisicamente ativo escolha uma atividade e comece já hoje!

O papel central da dieta

É muitas vezes considerado que a dieta é o fator de risco mais importante para manter-se saudável. Não obstante, muitas pessoas não seguem uma dieta saudável constantemente. Tal como o exercício, uma dieta saudável tem benefícios que incluem a prevenção de doenças cardiovasculares, cancro, diabetes tipo 2 e obesidade. Existem muitas dietas e estratégias diatéticas por onde escolher. Uma dessas dietas é a dieta med. 4.0, que vai para lá da dieta mediterrânea ao providenciar quatro benefícios sustentáveis:

  • Grandes benefícios de saúde e de nutrição
  • Baixos impactos ambientais e riqueza em biodiversidade
  • Altos valores socioculturais de alimentos
  • Retornos positivos locais económicos

Existe uma quantidade cada vez maior de evidências que um estilo de dieta do tipo mediterrâneo tem efeitos preventivos em doenças cardiovasculares, que podem estar relacionadas com a sua ação positiva no risco cardiometabólico, ao diminuírem o risco de diabetes e condições relacionadas com o metabolismo6. Tem sido sugerido que estes benefícios positivos estão relacionados com o elevado consumo de fibra diatética, vitaminas, minerais e fitoquímicos7. Independentemente do tipo de dieta que escolha, é importante ter em mentes várias sugestões feitas pela Organização Mundial de Saúde8:

  • Comer muita fruta e vegetais
  • Reduzir o consumo de gorduras, açucares e sal;
  • Consumir feijão, legumes, lentilhas, peixe, aves e carne magra;
  • Usar leite e produtos lacticínios que tenham tanto pouco gordura e sal
  • Selecionar comidas que têm pouco açúcar
  • Limitar o consumo de bebidas doces e refrigerantes

Seguir estas regras gerais pode ajudá-lo a sentir-se melhor e conseguir retirar o melhor da dieta com os olhos no futuro.

Conclusão

Exercício e dieta são ferramentas poderosas na luta da prevenção e tratamento de várias doenças crónicas. Dado a sua natureza promocional de saúde, respostas duradoras integradas a uma dieta saudável e exercício são conseguidas em maior medida começando o mais cedo possível. Assim, mantenha em mente que suplementos alimentares podem ser usados para ajudar a obter as vitaminas e os minerais que o seu corpo necessita para um bom funcionamento.